Rolou na minha igreja no ultimo fim de semana uma campanha intitulada de “Morra pra si mesmo.”
E esse movimento começou no coração de algumas pessoas em comum e foi acontecendo, no fim foi uma benção. Mas uma morte de verdade não acontece somente em um fim de semana. Morrer é um processo demorado! E com certeza totalmente necessário.
Algumas pessoas ao aceitar a Cristo enchem o peito para dizer que nasceram de novo. Mas antes de nascer DE NOVO é preciso morrer, é preciso se colocar no lugar de servo e deixar de lado nossas vontades egoístas, nossos medos, nossas fraquezas. É deixar de ser pidão e aprender a confiar em Deus, entender que somos servos e não senhores. É fazer as escolhas mais difíceis quando as fáceis vão contra o que Deus nos ensinou. É lutar contra si mesmo todos os dias e entender que isso é bom.
É se posicionar diante do meio que vivemos hoje sem permitir que o sistema, a moda, os costumes, a cultura e o que seja tentem nos moldar de maneira aonde o errado se torna certo.
É amar os dignos de pena e os que causam o mal.
É não se acomodar em ver vidas se perdendo e gerações indo por água abaixo.
É deixar de lado todo preconceito e dar espaço pro Espírito Santo ficar a vontade.
Não se trata de uma cartilha de deveres. É um processo diário aonde com certeza haverá falhas, mas faz parte do processo ser dependente da misericórdia de Deus.
Que Deus abençoe a todos e cuide do nosso funeral.


Há uma história sobre um tal de Jesus. Talvez já tenha ouvido falar alguma coisa sobre ele. Dizem que, por falta de vagas nos hotéis próximos à rodoviária, sua mãe acabou parindo no curral dos animais. E na falta de um berço decente, o pobre coitado teve que se contentar com o cocho dos animais se alimentarem. Há relatos também de que o casamento de seus pais aconteceu em meio a certas circunstâncias estranhas. Parece que o homem suspeitava que a gravidez de sua futura esposa era de outro. E isso era bem provável, pois ela ainda era comprovadamente virgem. Como diz o ditado: “família é tudo igual… só muda o endereço”. De fato, a inseminação artificial na época era DIVINA!

Lá pelos seus 12 anos, o moleque espichava na altura e começava a por pra fora os ideais reacionários de seu pai (não o de criação, mas o que engravidara sua mãe antes do casamento). Ao invés de ir pro campo de futebol que ficava próximo ao local onde se crucificavam pessoas (na época as penitenciárias não eram muito populares), o pivete insistia em perturbar os religiosos. Enchia todos eles de perguntas. E surpreendentemente, eles até gostavam. Digo que isto é surpreendente por que não se fazem mais religiosos como antigamente. Hoje em dia perguntas não são tão bem vindas. Principalmente se for sobre gastos de dinheiro nas igrejas.

Então Jesus atingiu a maioridade civil! E resolveu que ia fazer uma turnê com sua banda pelas cidades próximas. Como loucura é algo magnético, rapidamente recrutou 12 integrantes. Na época era permitido montar bandas de rock com tantos membros. Hoje em dia, passou de 5, é considerado grupo de pagode. O nome da banda era “O Filho e os homens”. Só tinha um problema: ninguém sabia tocar nada. Mas Jesus era um cara persistente. Como todo bom brasileiro, estava decidido a não desistir nunca! Acabou que por um erro de pronúncia, a banda ficou conhecida como “Filho do homem”. Mas há certa justiça nisso, pois infelizmente a banda não era tão boa. Bom mesmo era o vocalista. Jesus arregaçava com tudo e com todos. As letras de suas músicas mexiam realmente com as pessoas. E curiosamente, não havia nada de tão novo. Fazia algo que o Iron Maiden faz até hoje: citou textos históricos e amplamente conhecidos. E em meio à turnê, multidões começaram a se aglomerar. E graças a seus talentos vocais insuperáveis (desculpe Bruce Dickinson, mas Jesus era o máximo), ficou conhecido por Mestre.

A maioria das pessoas ignorava que o talento de Jesus foi descoberto por um famoso produtor chamado João Batista. Esse tal de Batista era um verdadeiro garimpeiro! Ele inclusive foi o idealizador do primeiro “Rock in Rio Jordão”, show em que Jesus se apresentou publicamente pela primeira vez. O show foi incrível. As pessoas ficaram atônitas, sem entender de onde vinha aquela voz celestial. Infelizmente o pobre Batista não pode agenciar ao Mestre. Como a maioria dos produtores musicais, acabou perdendo a cabeça e foi assassinado de maneira trágica.

Ao contrário do baixista (um tal de Judas), que em seu íntimo desejava fazer carreira solo num futuro próximo, Jesus queria que a banda perpetuasse sua musicalidade por toda a eternidade. E pra isso investiu pesado na formação de cada um dos integrantes. E dedicou-se com afinco durante longos 3 anos de turnê.

A turnê foi um sucesso absoluto. A fama de Jesus o precedia. Multidões aguardavam ao Mestre nas entradas das cidades. E ele era muito amigável e simpático. Não recusava um autógrafo para nenhum de seus fãs. Mas fã é um bicho complicado. Hoje tá atrás de Jesus… amanhã já tá atrás do Calypso. Mas mesmo sabendo que a multidão não era fiel a suas músicas, Jesus continuava a cantar. E desafiava a cada pessoa que encontrava a também montar uma banda. Infelizmente, muitos são chamados, mas poucos escolhem para si este caminho.

Em vista da quantidade de interessados em sua musicalidade, Jesus organizou uma espécie de escola itinerante de música. Chegou a ter setenta alunos, que eram enviados de dois a dois para pequenos shows nas comunidades próximas. Os setenta voltaram de sua primeira apresentação com “sangue nos zóio”. Sentiram pela primeira vez o poder do Rock. Mas Jesus os advertiu que não se empolgassem pela multidão ou pela fama, mas sim por terem o privilégio de cantar músicas tão divinas.

Jesus era um cara estranho. Mesmo podendo hospedar-se nos melhores hotéis, preferia dormir na casa de amigos. E nem eram amigos de longa data. A maioria eram pessoas conhecidas nas ruas, em meio à turnê. Coisa de rockstar mesmo.

E eu poderia contar dezenas de histórias inéditas sobre Jesus e suas incríveis façanhas. Mas o realmente deve ser observado é sua atitude em, sendo o Deus do rock, se fazer acessível como um mero fã, para que todos nós possamos conhecer sua música.

Fonte: www.ariovaldo.com.br


Então gente, esse é meu primeiro post de 2010, demorou mas chegou. Esperei muito por esse texto e digo que valeu a pena. Espero que gostem e comentem. Esse é do meu grande amigo Maxx.


O Texto é grande mas vale a pena ler.

Bem, estou há muito tempo pra escrever esse pensamento sobre esse movimento, mas algumas coisas que vi em alguns dias atrás me motivaram bastante a expor de uma vez isso.

Para começar prefiro falar um pouco da importância da música em nossas vidas e a sua influência em nossa infância. A música é usada desda pré-história em tribos ou qualquer outro tipo de civilização como forma de educar, divulgar cultura e expor sentimentos, enfim dependendo da música que uma criança escuta isso com toda certeza vai influenciar no modo de pensar e agir dessa pessoa tornando-a uma pessoa motivada, sonhadora, revolucionaria e na pior das hipóteses acomodada.

Observando o quanto perde em cultura a juventude do nosso País e quanto cresce o funk, vi que se isso continuar dessa forma o Brasil será um "País sem futuro" (pelo menos dentro das favelas), para deixar você um pouco mais por dentro do que estou falando separei algumas letras dos “sucessos” do funk para você ver o que tem influenciado as crianças que já nascem em um ambiente marginal e excluído, aviso que o que vou escrever é um pouco pesado. Não irei censurar nada.

Dentre essas que vou citar existem muitas outras... É que Graças a Deus eu não conheço todas.

Odeio demais essa.

1°: “... Aqui não tem mais criança/ olha a cara da danada... Bota com raiva... Bota na "xota".

Obs.: MT 18:3 E disse: Em verdade vos digo que, se não vos converterdes e não vos tornardes como crianças, de modo algum entrareis no reino dos céus.

De modo totalmente descarado e ao mesmo tempo sutil ele vem destruindo tudo aquilo que Cristo da muito valor que é a criança e sua inocência que esta sendo tirada de forma brutal e o pior de tudo é que ouvimos e cantamos tudo àquilo que Jesus foi contra, achamos graça e muito dos nossos não tomam consciência e cai na dança rebolando até o chão com toda essa porcaria.

Será que aqui tem salvação?

2°: “... Salgueiro é o caldeirão/ onde as novinhas (crianças) conhecem a prostituição.

Obs.: Frase pequena porem de muito peso Espiritual. Eu fico pasmo com tanta desgraça sendo pregada em nossa cara e nós não tomamos nenhuma atitude também radical contra esse movimento de desgraça e de desamor que recebe muitos adeptos a cada baile feito e a cada vida destruída. Aqui ele faz a própria favela usar o poder da palavra para profetizar a prostituição em algo que Cristo deu tanto valor. As Crianças. (Veja que as novinhas (crianças) tem sido alvo para a destruição).

Ignorância.

3°: "... Eu te amo, eu te quero/foda-se/eu vou ficar eu vou trair quem ama muito tempo não pode se diverti.

Obs. Êxodo 20:14 Não adulterarás.

Primeiro ele lança o que seria uma suposta música de amor e logo após é cortada essa música e entra o lance de sacanagem e tal dizendo sem palavras diretas que amor nos tempos de hoje já não existe mais. É incrível como através dessas músicas ele vem vindo de forma brutal confrontar o que Deus instituiu como lei para nosso próprio bem, o pior de tudo e ver pessoas que conhecem a palavra cantar todo esse louvor ao adultério, a falta de confiança e desmoralização do Homem.

Que o Pai tenha misericórdia.

4°: “... Foda-se o Amor e Viva a Putaria...” se Jesus é o Amor, de forma subliminar é dito: Foda-se Cristo e Viva Satanás. (Novamente o Amor sendo colocado como um mal)

Obs. 1 Coríntios 13:2 E ainda que tivesse o dom de profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, e ainda que tivesse toda a fé, de maneira tal que transportasse os montes, e não tivesse amor, nada seria.

Nós precisamos olhar isso com um olhar mais espiritual e mais critico, eu não estou sendo radical demais, é que ele tem feito isso se torna algo tão normal que perdemos a sensibilidade e quando ouvimos algo que é muito pesado não sentimos o peso que é colocado em cada frase, isso eu não escrevi de minha própria vontade, mas Deus tem me guiado a cada palavra escrita, o que é dito por trás dessas músicas tem sentido e objetivo de desvalorizar a mensagem que Cristo deixou, tomem muito cuidado irmãos.

Vendo Vídeos e até mesmo infelizmente vendo show percebi outra jogada dele usando o tal “rei da putaria”, que cantava assim...

5°: "... o senhor é meu pastor e nada me faltará... então vamos bater palmas pra quem realmente merece, ele é nosso criador e eu sou apenas um instrumento dessa brincadeira como vocês..."

Obs.: Parei e concentrei meu pensamento no Pai e logo ele fez eu me questionar, De quem ele fala? Qual será realmente o senhor dele? Quem seria senhor do rei da putaria? Quem usaria um ser para propagar a imoralidade? Pense!

Conclusão.

Irmãos, tudo isso que escrevi é muito sério, pois crianças que crescem em um ambiente marginal e excluído como eu mesmo comentei tem como referência o que estar mais perto, e o que estar mais perto? O tráfico trazendo tudo àquilo que ela tem ouvido ser cantado, tornando pra maioria a única referência de boa vida, única saída pra ter uma vida de sucesso, fama e poder até porque isso não é só música e sim uma arma poderosa para destruir vidas.

Visão.

Não somente em músicas de putaria que a criançada vem tendo má influencia, mas também de letras que louvam o comodismo, tráfico, drogas, roubo e tudo aquilo que a Palavra condena. Iria citar alguns proibidões, mas resolvi deixar quieto.

Confesso que quando eu não tinha um pensamento de mudança ia muito a baile e comprava, dançava e me acomodava com toda aquela porcaria. Mas Deus hoje me fez criar um certo nojo e ódio disso e tem me dado força e Amor pra resistir ao ritmo que todos nos sabemos que é envolvente, meu problema não é diretamente contra o Funk, mas contra os mc’s que propagam isso, eu sou mc então minha visão é pouco diferente porque eu prego algo e eles pregam o contrário de mim, sei que estão com a maioria, mas como nos tempos antigos a maioria quis Jesus na cruz e eu prometo carregar a minha até o Final por ele. Tento com esse texto fazer você perceber que tem haver sim você cantar, você ir a baile funk porque de uma forma indireta ou direta você contribui com a evolução do movimento.

Irmãos não deixem que ele confunda a mente de vocês dizendo que isso não tem haver, isso é mentira, eu não escrevo isso só por minha própria vontade, mas porque Deus nosso Pai tem me incomodado bastante com isso, já vi diversas pessoas que servem a Jesus não se segurar e se juntar com a massa que simula com roupa o que é feito sem. Essa é a dança, sensual como ele gosta e seduz aqueles que receberam a missão de andar em santidade. Firme-se amigo e se sacrifique por aquele que se sacrificou por você antes.

Lembre-se que no amor do Pai somos um, não se prejudique com isso, Busque mais e peça ao Pai visão e entenderá o que estou dizendo.

Por: Maxx.
canalexpressao


De Setembro a Novembro de 2007 estava eu em missão em Cabo Frio, Região dos Lagos no Rio de Janeiro, trabalhei auxiliando na plantação da Igreja de Cabo Frio de minha comunidade, foram momentos muito difíceis, onde muitas vezes estive em dificuldades financeiras, algumas vezes tendo que passar por certas “humilhações” decorrentes do acaso, mas como a 1° carta de Pedro nos mostra no capitulo 1 versículos 3 a 9 essas provações causadas pela vida e não por Deus, servem para fortalecer a nossa fé e nos mostrar que ela é verdadeira, e que a alegria do verdadeiro discípulo não está só nas “bênçãos” mas na salvação e na aprovação de Cristo através da nossa fé. Enfim, foram momentos difíceis mas também de muito amadurecimento e discernimento do Espírito.
Um dia o Pr. da comunidade de Cabo Frio compartilhou comigo uma experiência em que um rapaz o questionou sobre a diferença entre a nossa consciência e o Espírito Santo, confesso que isso me deixou muito intrigado e nesse momento já não dava mais atenção ao que ele dizia e também me questionei sobre essa diferença. Quando cheguei na base ainda com essa incógnita, me veio um entendimento claro desta diferença:

O que é a nossa consciência?
É o atributo pelo qual o homem pode conhecer e julgar sua própria realidade; Faculdade de estabelecer julgamentos morais dos atos realizados; Cuidado com que se executa um trabalho se cumpre um dever; senso de responsabilidade; Conhecimento; Percepção imediata dos acontecimentos e da própria atividade psíquica. (Fonte: Mini Dicionário Aurélio)

A nossa consciência sempre nos aponta para nossas próprias vontades, nossas responsabilidades, a propriedade na execução dos nossos deveres de acordo com nossa percepção do fato naquele momento. Se você vai a uma sapataria comprar um tênis, sua consciência pode te induzir a comprar um Nike porque ele é 12 molas, e vai te trazer um devido conforto ou por você gostar do modelo, ou seja, você quer aquele tênis.
Quando vai escolher uma namorada, (o) tem uma lista de pré-requisitos para a candidata (o) cor dos olhos, cabelos, altura, abdômen, porque na sua análise essa é a pessoa perfeita pra você e é assim que você a quer.

E o Espírito Santo?
O Espírito Santo é o “Auxiliador” das nossas almas, aquele que tem conexão direta com o Deus Onisciente, é Aquele que interpreta nossas orações a Deus e analisa não o que sai da nossa boca, mas oração sincera do coração, que sabia a próxima palavra que seria escrita nesse artigo antes de ser formatada em minha limitada mente, mas que também está sujeito ao profeta. (Fontes: Escrituras Sagradas e Revelação do Próprio)

O Espírito Santo nos aponta pro amanha, para o beneficio do próximo, para as prioridades Dele, nos capacita para executar aquilo que fomos chamados para fazer de acordo com a Sua percepção do fato naquele momento. Se você vai a uma sapataria comprar um tênis o Espírito Santo vai te sugerir não comprar o Nike que você tanto deseja, mas talvez comprar o Timberland mais “troncudo” da loja porque para onde Ele vai te enviar no dia seguinte o Timberland terá muito mais utilidade pra você do que o Nike,ou seja, você vai precisar dele.
Quando vai escolher uma namorada (o), Ele te sugere jogar sua lista no lixo, e buscar alguém que talvez não tenha a cor dos olhos que você gosta, cabelo, altura ou abdômen desejado (mas nada também impede que tenha), mas que supra suas necessidades como cabeça ou ajudadora, que tenha o mesmo ministério que você e não vai ficar enchendo seu saco quando você for obedecer a Deus, esta será a pessoa perfeita pra você! Por que? Porque você precisa!

Sua consciência é singular, só pensa no agora acompanhada pelos seus olhos, que não enxergam o que esta a um metro de distancia de você do outro lado de uma parede, o Espírito Santo é coletivo, conhece suas necessidades em longo prazo, pois seus olhos estão em todo lugar e isso também inclui no futuro.
Então em quem confiar, naquele que diz apenas o que você quer ou Naquele que diz sempre o que você precisa?

A Escolha é sua!

Por: Híbrido
Mc e Missionário Integral da Igreja PinGODaguA
no Rio de Janeiro

Fonte: Intervenção Crew


A figura de Cristo ao expor determinada história através de uma parábola, representa a tentativa de levar indivíduos incapazes de compreenderem uma realidade totalmente lógica e racional, a experimentarem novos pontos de vista, freqüentemente perdendo o rumo de suas vidas e abalando suas convicções mais profundas.
Ao contrário do que preferimos adotar como método “perfeito” de ensino das verdades eternas através da “exposição sistemática” da palavra de Deus, o próprio Messias utilizava maneiras totalmente avessas ao nosso doutrinamento teológico. Simplesmente sacudia ao mais sábio dos homens ao propor de forma totalmente fantasiosa e figurativa, uma verdade que é absoluta. Este tal de Jesus era o mestre da pedagogia que mexe com as pessoas.
Imagine quantas cenas passaram pela cabeça de Nicodemos segundo João 3 ao concluir que, se conforme as palavras do mestre, era necessário nascer de novo, então obviamente seria indispensável que ele, mesmo sendo velho, entrasse novamente para dentro do ventre de sua mãe para poder nascer de novo. Sim meu amigo. Ele imaginou a pobre senhora sua mãe de pernas abertas, enquanto ele calculava como seria possível adentrar a vagina da pobre velha.
Como pode um homem considerado um sábio em sua época, perder-se totalmente em meio a uma proposição tão simples de Jesus? Pois afirmo que este homem foi incapaz de viver enquanto de si não vomitou desesperadamente a pergunta que traria sua segurança de volta. Ele precisava da resposta mais do que do ar que respirava.
Será que temos sido aqueles que têm contado as parábolas do século XXI? Na iminência do pensamento pós-moderno, ainda há uma carência imensa dos verdadeiros pregadores, que falam com as pessoas na linguagem que elas entendem. E que fazem proposições que as levam ao céu, com todas as cores, sons e aromas.
Esta não é uma geração apática ao evangelho. Nós é que temos sido incapazes de mostrar as belezas da eternidade que já começou.
Por que refletir sobre todas esta coisas? Por que neste seu céu todo branquinho e silencioso, nem eu quero entrar.
Ariovaldo Jr

Fonte: Solomon


Mais um som da semana, dessa vez com os amigos da Crente Crew.
Mais rap.
Mais pra frente prometo variar os gêneros.
Mas por enquanto são os amigos que fazem um bom som.
www.myspace.com/crentecrew


Otário (Bras. Gír.) : 1.Indivíduo que se deixa enganar. | 2. de inocente compreensão - Dicionário Priberam
"Vocês ouviram: Olho por olho e dente por dente. Eu, porém, vos digo que não resistais ao mal; mas, se qualquer te bater na face direita, oferece-lhe também a outra; e ao que quiser lutar contigo e tirar-te a vestimenta, larga-lhe também a capa; e, se qualquer te obrigar a caminhar uma milha, vai com ele duas. Dá a quem te pedir e não fuja daquele que quiser pedir emprestado. Disseram a vocês: Amarás o teu próximo e aborrecerás o teu inimigo. Eu, porém, vos digo: Amai a vossos inimigos, bendizei os que vos maldizem, fazei bem aos que vos odeiam e orai pelos que vos maltratam e vos perseguem, para que sejais filhos do Pai que está nos céus; porque faz que o seu sol se levante sobre maus e bons e a chuva desça sobre justos e injustos." (Mateus 5, 38-45)


otario da semana: Andre (Deko) Pacheco.
Fala Galera, sou o Deko, consegui a honra de ser chamado de otário da semana pela seguinte parada:
Sou Editor, e a algumas semanas atrás me ofereceram a oportunidade de editar um longa metragem de grande repercussão. De imediato aceitei a proposta, assim que nos encontramos falamos sobre a questão do meu pagamento, ficamos acertados em um valor “X”. Logo fui me empenhando em concluir o trabalho e busquei ser o mais eficiente possível a ponto de terminá-lo antes da data prevista! Porem...Na hora de falarmos novamente sobre o valor tive uma surpresa inusitada, devido ao término muito antes da data prevista, o jovem rapaz se negou a pagar o valor total, me pagando apenas 1/4 do valor combinado, sem contrato assinado fui contemplado com uma carimbada de otário! Mas como se não bastasse, após alguns dias, o rapaz me liga precisando de uma grande ajuda, pois para finalizar o material ele precisava de mim. Minha vontade foi desligar o telefone na cara dele, alguns amigos que sabiam do ocorrido estavam comigo no momento e rolou aquela troca de olhares como quem dizia "e agora otário, o que vc vai fazer?" Como eu disse, no momento a raiva foi inevitável, mas felizmente não correspondeu com minha atitude, dei todas as instruções e ainda me dispus a ajudar a qualquer momento, e ao final do dia, ainda liguei mais uma vez perguntando se havia dado tudo certo. Bem, ser otário e engolir determinadas coisas é difícil, mas quem disse que seria fácil? A bíblia nos ensina sempre a não tratar o mal com o mal. O mundo é dos espertos, o Reino é dos otários.


Fonte: Pingod'agua Taquara

O blog

Este blog tem como objetivo compartilhar informações,
expor opiniões e edificar nossas vida atravez da participação de todos.
Vamos dividir o que sabemos e somar no que aprendemos.

por: Leonardo Melo

Seguidores